Histórico:

- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 15/04/2007 a 21/04/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 18/02/2007 a 24/02/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 14/01/2007 a 20/01/2007
- 31/12/2006 a 06/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 26/11/2006 a 02/12/2006
- 19/11/2006 a 25/11/2006
- 04/07/2004 a 10/07/2004
- 20/06/2004 a 26/06/2004
- 16/05/2004 a 22/05/2004



Outros sites:

- Meus rastros
- Semeando palavras
- Blog da Analu
- Blog da Ana Praline
- Blog da Menina Trovão
- Blog da Sueli
- Blog da jornalista Shay
- Blog da Siamesa
- Blog Vila Aconchego
- Blog da Val
- Blog do Andrade Jorge
- Blog da Daniella
- Blog da Juliana
- Blog Reflexos da Alma
- Blog da Rosejc
- Blog do Fernando Farias
- Blog do Adriano Peoh
- Blog do Lelê
- Abrindo Janelas
- Infinito ao infinito...
Templates by Thiago


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Créditos:

Templates By Thiago



Delicadeza

estenda-me a mão uma única vez.
deixe-me repousar no seu medo.
permita-me esconder os meus.
conceda-me aquela poesia muda.
quero revoadas barulhentas, agitadas.
deixe-me tocar em teias delicadas.
basta que você estenda as suas mãos para colher-me.


 



- Postado por: Petra Brasil às 21h48
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




boca no trombone!

Estou magoada, sem muito ânimo para mover-me.
Mas ainda tenho fôlego para gritar essas mágoas.
Talvez eu esteja escrevendo para uma única
pessoa - ironia virtual. Gostaria de colocar a boca no
trombone contra toda insensibilidade, contra toda aparência
petrificada, contra a mesquinharia de sentimento.

- Tudo bem, eu explico!

Vivo um relacionamento lésbico há exatos 17 meses.
Não é a primeira vez que namoro mulheres. Eu tenho
30 anos e ela tem 25, somos leoninas e femininas.
Ontem, nós combinamos dormir juntas na minha casa.
Seria mais uma noite com sexo, pele macia, carinhos,
declarações de amor e quem sabe alguma paz.
Antes de dormir fiquei toda
empolgada porque ela criou este blog para mim. Fiquei um
pouco no computador ao lado dela que digitava algumas mensagens.
Depois escrevi o poema"Óbvio" que vocês podem ler abaixo.
Um segundo a mais de emoção
digitalizada custou a mim
migalhas de amor renegadas. Ela
escolheu dormir sem mim. Não estou discutindo o motivo e
sim esse tal de livre arbítrio que camufla nossas fraquezas.
Viva as escolhas, enfim.

Moral da história: dormi sozinha sem sexo, sem pele macia, sem
carinhos, sem declarações de amor e sem muita paz!

Fiquei triste. Estou triste! Fiquei sozinha na cama a ver navios
naufragando. Por fim, eu, náufraga, aprendo a nadar a cada
mergulho no oceano da insensibilidade.


 



- Postado por: Petra Brasil às 21h26
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Metade

toda avalanche em mim...
toda a ventania que me cerca,
todo o movimento do meu silêncio...
todo o meu amor...
toda minha!




- Postado por: Petra Brasil às 20h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Óbvio

Entrelinhas.

Entre vidas.

Entre e sirva-se...

Entrepernas!


 



- Postado por: Petra Brasil às 00h38
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________


Layout Exclusivo por Thiago de Oliveira - Todos os direitos Reservados!