Histórico:

- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 15/04/2007 a 21/04/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 18/02/2007 a 24/02/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 14/01/2007 a 20/01/2007
- 31/12/2006 a 06/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 26/11/2006 a 02/12/2006
- 19/11/2006 a 25/11/2006
- 04/07/2004 a 10/07/2004
- 20/06/2004 a 26/06/2004
- 16/05/2004 a 22/05/2004



Outros sites:

- Meus rastros
- Semeando palavras
- Blog da Analu
- Blog da Ana Praline
- Blog da Menina Trovão
- Blog da Sueli
- Blog da jornalista Shay
- Blog da Siamesa
- Blog Vila Aconchego
- Blog da Val
- Blog do Andrade Jorge
- Blog da Daniella
- Blog da Juliana
- Blog Reflexos da Alma
- Blog da Rosejc
- Blog do Fernando Farias
- Blog do Adriano Peoh
- Blog do Lelê
- Abrindo Janelas
- Infinito ao infinito...
Templates by Thiago


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Créditos:

Templates By Thiago




Mãos...


Saber onde deixamos de sentir é uma tarefa cansativa. Retomar a rédea da emoção nos requer dedicação, paciência e muito amor próprio. Estou retomando minha sensibilidade com a responsabilidade de ser só. Constato isso na pele, tatuando minha individualidade perante o mundo. Não tenho muitas mãos de amparo, antes, tenho mãos de expectativas e cobranças. Será que ela vai conseguir voltar a sentir as mãos e através delas a delicadeza da vida? Brinco com a metáfora das mãos como sensores de emoções. Minhas mãos estão cansadas. Elas estão estendidas a espera de afago. Gostaria de carinhos que durassem mais que a respiração. Toques que não exigissem nada para se fazerem toques. Não quero amores condicionados que enloiuquecem à sombra da insegurança.


Tenho muitos defeitos e para conhecê-los tive que expor a mim mesma. Fiz isso com a responsabilidade de quem assume devaneios; com o mistério de quem não sabe não SER! Quero ser especial para quem AMO não somente por pertencer. Nâo quero ser propriedade, posse. Sou mais que isso... Posso ser sonho, posso ser poesia, posso ser alegria e encantamento. Sou tudo isso, sem máculas.


Mãos...


Não envergonho-me de uni-las em oração!
Estou a espera de mim mesma! Estou em silêncio, é verdade. Mas através de dedos longos sei que ando gritando aos quatro cantos que poderia ser mais feliz. Eu sei como posso ser feliz e como posso fazer feliz! Em momentos como este, de mãos com tatos tristes, anseio o próximo ato da minha vida para mostrar que nada é interminável.
Minha vida é uma construção eterna de acenos, de palmas, de dedos estrelados, de dedilhar de teclas, de apertos aflitos e de toques delicados de mãos apaixondas.


Acredite...


Minhas mãos são apaixonadas, ainda que momentaneamente tristes!



- Postado por: Petra Brasil às 17h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Momento: Clarice Lispector


Meu Deus, me dê a coragem

Meu Deus, me dê a coragem
de viver trezentos e sessenta e cinco dias e noites,
todos vazios de Tua presença.
Me dê a coragem de considerar esse vazio
como uma plenitude.
Faça com que eu seja a Tua amante humilde,
entrelaçada a Ti em êxtase.
Faça com que eu possa falar
com este vazio tremendo
e receber como resposta
o amor materno que nutre e embala.
Faça com que eu tenha a coragem de Te amar,
sem odiar as Tuas ofensas à minha alma e ao meu corpo.
Faça com que a solidão não me destrua.
Faça com que minha solidão me sirva de companhia.
Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar.
Faça com que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir
como se estivesse plena de tudo.
Receba em teus braços
o meu pecado de pensar. 

 



- Postado por: Petra Brasil às 21h46
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Retomando emoções...

  Pontuações

 

 

Pontue-me, mas sem interrogações!

 

Leia-me, finda-me com o ponto derradeiro;

 

Conceitue-me, mas sem aspas.

 

-Encurralei-me em exclamações?

 

Deixe-me cansar sem vírgulas, sem ponto e vírgula...

 

Permita-me divagar com a liberdade das reticências que calei.

 



- Postado por: Petra Brasil às 20h19
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________


Layout Exclusivo por Thiago de Oliveira - Todos os direitos Reservados!