Histórico:

- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 15/04/2007 a 21/04/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 18/02/2007 a 24/02/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 14/01/2007 a 20/01/2007
- 31/12/2006 a 06/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 26/11/2006 a 02/12/2006
- 19/11/2006 a 25/11/2006
- 04/07/2004 a 10/07/2004
- 20/06/2004 a 26/06/2004
- 16/05/2004 a 22/05/2004



Outros sites:

- Meus rastros
- Semeando palavras
- Blog da Analu
- Blog da Ana Praline
- Blog da Menina Trovão
- Blog da Sueli
- Blog da jornalista Shay
- Blog da Siamesa
- Blog Vila Aconchego
- Blog da Val
- Blog do Andrade Jorge
- Blog da Daniella
- Blog da Juliana
- Blog Reflexos da Alma
- Blog da Rosejc
- Blog do Fernando Farias
- Blog do Adriano Peoh
- Blog do Lelê
- Abrindo Janelas
- Infinito ao infinito...
Templates by Thiago


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Créditos:

Templates By Thiago



Símbolos e significâncias...

Imagens e palavras...

Conceitos e delírios:

Humanidade...

Busca...

Lar...

Mistérios...

Visibilidade...

Caridade...

Ciclos...

Perenidade...

Confiança...

Conquistas...

Construção...

Contrastes...

Cores...

Corpos...

Criação...

Detalhes...

Diversidade...

Esperança...

Expectativa...

Expressão...

Harmonia...

Identidade...

Fenômeno...

Fé...

Inocência...

Luz...

Renascimento...

Musicalidade...

Beleza...

Tranquilidade...

Metas...

 

Poder...

Pausas...

Precipitações...

Sexualidade...

 



- Postado por: Petra Brasil às 17h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Momento:Mário Quintana


Projeto de Prefácio

Sábias agudezas... refinamentos...
- não!
Nada disso encontrarás aqui.
Um poema não é para te distraíres
como com essas imagens mutantes de caleidoscópios.
Um poema não é quando te deténs para apreciar um detalhe
Um poema não é também quando paras no fim,
porque um verdadeiro poema continua sempre...
Um poema que não te ajude a viver e não saiba preparar-te para a morte
não tem sentido: é um pobre chocalho de palavras.

 



- Postado por: Petra Brasil às 14h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




   

Contemplando os Lençóis Maranhenses!



- Postado por: Petra Brasil às 15h23
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Momento:Ernâni Getirana


TEUS OLHOS

Não foram mais que poucos segundos
E você nem viu quando olhei
Mas em seguida um riso teu correu pelo ar
E beijou a flor que havia no jardim

Me pergunto se você entende de flor
Porque se for sim
A flor do jardim era bem-me-quer
Que é a coisa que todo mundo quer dessa vida

Como resisitir ao riso teu?
Como fugir dele e não me sentir bobo?
Mas não apenas o riso
Os olhos também,
O corpo.

Tudo numa linguagem de gozo e querência
Tudo como um presente que a vida oferecesse
E fosse a essência de um momento apenas
Porque tudo, minha menina, nessa vida é passageiro,
Tudo teima em acabar tão cedo! A passar pela gente
num piscar de olhos.


Portanto em meio a tanto pranto e dor desse mundo
Só mesmo esse teu olhar encantador e profundo
Para me dar a certeza plena
De que vale, sim, a penas sonhar.



- Postado por: Petra Brasil às 14h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Profecias de 2007!

 

Sou verbo!

 

Pronuncio-me...

 

Conjugo-me...

 

Dissipo-me...

 

Tenho ecos: recomeçar, refazer, sonhar, agilizar, ler, escrever, brincar,

 

entoar, louvar,

 

esquecer, lembrar, desfazer, beijar, amar, gozar, sentir...

 

Serei como fogos que estouram no céu rompendo a  quietude do ar com

 

luzes, cores e

 

sons.

 

Vejam...

 

Sou eu!

 



- Postado por: Petra Brasil às 14h39
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________


Layout Exclusivo por Thiago de Oliveira - Todos os direitos Reservados!